Nossa união anarquista surgiu em 2005, após encontros em que as participantes iniciaram uma organização que é mantida até agora, dentro das propostas anarquistas de autogestão, horizontalidade, ação direta. Nos consideramos uma união de pessoas anarquistas porque temos a noção que precisamos amadurecer muito para realizar uma estrutura maior coletiva, um desafio que superaremos com muita determinação!

Escrever sobre organizar com anarquia pode soar estranho, mas é por falta de conhecimento que esta estranheza acontece.

Toda pessoa anarquista entende que organizar é fundamental para uma sociedade livre, já que sem ela, estamos fadados ao gerenciamento do Estado. Se não organizarmos, o Estado, os partidos e os grupos dominantes farão, como fazem atualmente o controle da sociedade e tornando-a favorável a seus interesses que não são os da sociedade como um todo, fazendo-a refém de suas arbitrariedades.

Organizar não é formar um partido, nem delegar autoridade e criar uma burocracia, porque isso é contrário a nossos princípios. Não há autoridade, por isso não há chefias, lideranças, ou qualquer definição de controle.

Ou todas participam ou não.

O compromisso de cada uma é intrínseco, está dentro de cada. Organizar é inerente aos anarquistas, já que com a participação de todas, é preciso combinar como isso acontecerá, como cada atividade será feita e quem assume a ação. Uma ou várias, independente em cada vez que acontecer ou sempre. O importante é no conjunto todos manifestem-se da forma que melhor entender, mantendo o equilíbrio entre a liberdade individual e o compromisso coletivo.

Porque se considerarmos mais nossas prioridades, tenderemos ao egoísmo, parte essencial do pensamento liberal e muito útil a sociedade atual, ao modelo econômico e social do capitalismo.

Fenikso Nigra

De dentro da chama

Ela surge bela e austera

Fogo sua penugem derrama

Desperta como uma fera

Em cinzas coberta

Abre os olhos em alerta

Decola no céu poluído

Um grito de liberdade ela pia

Acorda o povo iludido

Veio trazer a Anarquia

Pela fuligem tingida

Negra a Fênix volta a vida

Poesia feita por AA em 11 de março 2015

Nossa Organização
Para deixarmos claro o que fazemos ou deixamos de fazer e estreitar nossas relações anarquistas, vamos estabelecer nossos princípios e linha de ação. Todas são bem vindas a participar!

01-Que o Fenikso Nigra é uma união de pessoas anarquistas e simpatizantes em prol do desenvolvimento do anarquismo geral. Respeitamos e respeitaremos cada vertente anarquista afinadas com o item 05 desse documento, uma vez que entendemos a inexistência da “verdade”, o “certo” ou qualquer forma de dogma único;

02-Cada participante, dentro de suas possibilidades, assume as responsabilidades necessárias para o desenvolvimento da união. Todas respondem pela nossa união;

03-Nos reunimos de acordo com as necessidades da união. As deliberações serão por consenso de todas. Em caso de desacordo, prevalecerá o esforço de todas em chegar em consenso;

04-Os princípios básicos da união são liberdade plena com a responsabilidade correspondente e justiça igualitária anacionalista, já que não temos pátria ou nação. Respeitaremos todas as diversidades culturais e étnicas;

05-Em luta a favor de todos os seres explorados e oprimidos de todo o mundo;

06-A entrada de uma pessoa será por consenso. O convite será mediante interesse da pessoa e participação em nossas atividades. O ingresso será dado em nossa reunião.

07-A saída de uma pessoa poderá ser por algum desses pontos:

a) pela inatividade de 6 meses;

b)quebra de algum desses princípios;

c)desinteresse consensualizado em reunião.

Com as alterações feitas da reunião geral de 31 de agosto de 2014.