Quantos de nos não encontramos pessoas que embora concordem com nossos ideais, não atuam ou só mentem a respeito, dizem uma coisa e fazem outra.

A experiência mostra que é necessário muito cuidado com esses fingidos a samaritanos, mas que no fundo só estão preocupados apenas com suas coisas, seu umbigo e interesses.

Por mais que concordem com o que apresentamos, apesar de toda coerência de nossos argumentos e a constatação prática e aterradora das enormes contradições do capitalismo, das formas de governo e dos estados, do jugo fanático das religiões, das explorações, opressões e destruições gigantescas do planeta, isso tudo não lhes causa nenhuma alteração em seu jeito de ser e agir. Concordam conosco, mas não o suficiente para agir diferente, rompendo com as estruturas de dominação.

Muitas vezes ouvimos desses hipócritas um discurso derrotado, vitimizado e entregue ao fatalismo de sua existência servil. Não questiona a estrutura a que está amarrado, não sabe lutar, por que lutar e em muitos casos, não quer saber nada disso. É base da exploração capitalista e de sua opressão.

Os estados, as religiões, os patrões aproveitam estes hipócritas para manterem-se e ampliar seu poder, já que estes senhores são mestres em arruinar qualquer tipo de organização de autodefesa contra a destruição capitalista.

Essa luta é diária e devemos agir com mais convicção e com nosso exemplo, motivaremos a emancipação de cada um e de todos, definhando os estados, as religiões e os patrões. Aos hipócritas, deixemos sua covardia lhes afogar lentamente, imóveis e inúteis como são.

Hipocrisia, demagogia e ignorância
Tags:

Deixe uma resposta