Preâmbulos

 

A IFA é uma organização internacional de Federações Anarquistas que está ligada, por seu pacto associativo e suas ações, aos princípios da Primeira Internacional Anarquista, que foi formada em Saint-Imier em 1872.

 

IFA luta por

 

Abolir todas as formas de autoridade, seja econômica, política, social, religiosa, cultural ou sexual. Construir uma sociedade livre, sem classes, estados ou fronteiras, com base no federalismo anarquista e na ajuda mútua.

 

A ação da IFA será sempre baseada, tanto no plano prático como teórico, sobre a Ação Direta, contra o parlamentarismo e o reformismo. As federações, aderentes à IFA se comprometem a desenvolver entre elas a solidariedade, a mais eficaz em todos os setores; a cooperar e coordenar qualquer iniciativa; de fornecer apoio regular à IFA e ao seu secretariado; a desenvolver, pelo mundo inteiro, a ação anarquista. Cada federação é autônoma em sua propaganda e seu desenvolvimento.

 

Adesões e demissões

 

Para aderir à IFA, uma federação deve

 

Reconhecer-se em seu pacto associativo e sua ação definida nos congressos. Apresentar sua candidatura de adesão ao secretariado que se compromete a comunicar a todos os membros da IFA. Na ausência de oposição, das federações aderente, feita no espaço de 6 meses, a adesão entra em vigor imediatamente. Será ratificada, por unanimidade, num próximo congresso. Em caso de oposição, só o congresso pode reconsiderar o pedido de adesão.

 

A adesão implica o pagamento de uma subscrição, pagamento determinado pelo Congresso.

 

A IFA deseja a existência de uma só federação anarquista por país, mas, não reconhecendo a geografia política impostas pelos Estados, aceita a formação de outras federações no interior de um mesmo território, caso a federação já aderente não entregasse uma oposição.

 

IFA aceita adesão de federações plurinacionais, buscando assim, desenvolver, dentro de áreas geográficas e /ou linguísticas contíguas, a prática do internacionalismo anarquista.

 

No caso de constatação, pelo secretariado, de ausência de atividade contínua e confirmada por uma federação membro da IFA, este se compromete a informar todos os membros da IFA. Na ausência de oposição de federações aderentes, feita no espaço de 6 meses, a demissão será considerada efetiva. Será ratificada, por unanimidade, pelo próximo congresso.

 

Em caso de oposição, só o congresso pode reconsiderar esta demissão.

 

Nos casos que se observa retomada da atividade, esta federação pode solicitar sua candidatura para IFA, em conformidade com o pacto associativo. Na ausência de organização federada ao nível nacional, pode-se juntar a IFA também grupos que se comprometem, dentro de seu território de referência, criar uma federação. Esta adesão só pode ser provisória, as federações da IFA reservam-se o direito, no prazo do congressos, a reconsiderar a adesão, se ele ainda não conduziu à formação de uma federação. A nova federação deve solicitar a adesão a IFA.

 

Contatos internacionais

 

A IFA mantém relações cordiais com todo o movimento libertário mundial na luta contra todas as formas e estruturas de dominação (troca de informações, solidariedade, etc.) e pode convidar as delegações para assistir em seu trabalhos.

 

Os Congressos

 

A IFA se reúne em congresso pelo menos uma vez a cada 3 anos. O congresso decide a direção e as linhas de ação da IFA por unanimidade.

 

Um ano antes da reunião, uma reunião do secretariado, com as pessoas responsáveis pelas relações internacionais das diferentes federações, definirá o programa, a data e o lugar do congresso IFA.

 

O congresso delibera sobre as iniciativas da organização e confia a unanimidade, o secretariado da IFA, carregado de aplicar os mandatos do Congresso, a uma federação aderente e de nomear os seus membros.

 

O secretariado

 

O secretariado, além disso, tem a tarefa de cuidar dos relacionamentos com os responsáveis das relações internacionais dentro das diferentes federações aderentes, que se reunirão conjuntamente e/ou por zona geográfica, pelo menos a cada 6 meses. O secretariado representa a IFA e tem a tarefa de trabalhar a sua influência e seu desenvolvimento.

 

Além disso

 

Ele estimula contatos e os debates internos. Ele relata casos em que é necessário desenvolver a ajuda mútua internacional. Ele publica um boletim federal, ponto de referência, para a correspondência e o debate interno da organização. Ele trata da edição do material de propaganda, sobre as resoluções e as ações da IFA. Ele coleta e administra as contribuições que as federações fazem regularmente para o apoio da atividade da IFA. Ele relata suas atividades e a execução dos seu mandato. O secretariado apresenta a demissão diante o congresso.

 

Respeito do pacto associativo

 

O não respeito dos compromissos materiais e éticas anterior, constiua um desafio, de facto, a adesão à IFA que será ratificada pelo próximo congresso.

 

Modificação do pacto associativo

 

Qualquer proposta de modificação deste acordo associativo deve ser levado ao conhecimento de todas as federações aderentes, pelo menos 1 ano antes do congresso que a irá examinar.