Nós pessoas trabalhadoras livres, sem compromisso com partidos, políticos, igrejas e patrões lançamos uma convocação as pessoas oprimidas e exploradas para unirmos em torno da construção de um sindicato aberto e combativo, capaz de lutar pelas nossas demandas de forma direta, sem pessoas intermediárias profissionais.


O sindicalismo amarelo, que vive de parasitar do bolso de nossa gente trabalhadora via imposto sindical nos abandonou e pouco se importa com nossas demandas. Agora, agonizam dinate do fim de seus privilégios e esboçam uma reação diante do colapso de suas carreiras sanguessugas.
As centrais sindicais ergueram seus palácios, organizaram alianças para disputa de cargos políticos, bem como salários gordos pagos a suas diretorias, você sabe quanto ganha uma pessoa diretora sindical? Será que essas pessoas diretoras nos representam diante das pessoas empregadoras e patronais?
A mentira dita pela mídia controlada pela burguesia, junto às mentiras do PT, PSDB, PMDB e CIA, colocam nossa gente trabalhadora dividida e de joelhos diante da opressão e exploração dos grupos empresariais e patronais.
O desemprego continua alto, o custo de vida aumenta cada vez mais pela crise aprofundada pelos gastos exorbiantes da COPA e da Olimpíadas, seus direitos conquistados com as duras penas no passado, que muitas vezes custaram o sangue de gerações de pessoas trabalhadoras, sofrem violentos ataques da patronal representada pelos políticos de todos os partidos políticos direita e esquerda, se refletem em ignomínia e hipocrisia!
Banco de horas, aumento da carga horária de trabalho, salários baixos, as reformas trabalhista e previdenciaria retirarão nossos direitos, como férias, décimo terceiro entre outros, estão na pauta do congresso brasileiro, está na eminência de ser imposta a nossa gente, assim, nos condicionando a práticas exploratórias do início da revolução industrial.
Enquanto isso os sindicatos que estavam caladinhos esperando a hora certa de encher os cofres, com imposto sindical, fruto de um dia todo de seu trabalho, em um reflexo tardio, esperneiam a perda de seus privilégios!
Não espere que outra pessoass façam por você, arregace as mangas e lute, pois a emancipação da pessoa trabalhadora sempre foi obra da própria trabalhadora.
CONTRA O IMPOSTO SINDICAL – PELO SINDICALISMO LIVRE E O FIM DE TODAS AS CENTRAIS SINDICAIS!
ORGANIZAÇÃO A PARTIR DO PRÓPRIO LUGAR DE TRABALHO PELAS PRÓPRIAS PESSOAS TRABALHADORAS!

0
0
0
s2smodern
Joomla templates by a4joomla