Dado que o anarquismo é inimigo ferrenho do Estado, é também das pessoas nacionalistas de qualquer Estado.
Rechaça o Estado-Nação que exista e rechaça grupos nacionalistas que busquem a independência nacional para criar um novo Estado.
As pessoas anarquistas pensam que acima da independência dos povos, está a própria independência.
É sua a vontade e desejo de unir ou não outras pessoas com quem sintas afinidades.

0
0
0
s2smodern



Uma diferença do anarquismo com outras escolas, não só socialistas, mas também capitalistas, está na concepção da ideia de progresso.
O progresso é entendido por essa gente como um passo do simples ao complexo, como um fenômeno da evolução positiva e linear, que no economico se verifica em que as sociedades que estão a frente no progresso e civilização, são as que mais gastam energia e combustiveis, pois são onde aumentam de forma excludente, os niveis de consumo e bem estar.
Podemos entender que o progresso não desenvolve por etapas fixas de forma inevitavel do simples para o complexo. Também pode se desenvolver por outros caminhos que descobriremos e com potenciais possibilidades.
Por isso, nas reivindicações práticas e históricas do anarquismo se acentua aspectos como o direito ao ócio, ao bem estar, a dignidade pessoal e ao controle da própria vida, que  possam levar (ou não) a menores niveis de consumo energetico.
Por isso, tem que ficar claro que entre menos energia e mais liberdade, o anarquista elege a liberdade, já que a liberdade é o melhor e a principal produtora de riqueza e de bem estar espiritual e material, a liberdade é o que faz a vida digna de ser vivida.

Texto completo no jornal anarquista A-Info 73

0
0
0
s2smodern



Um conflito que durou três séculos, conhecido por Guerra de Arauco (nome que, para os espanhois, tinha a terra que haviam vivido de forma independente), de 1546 até a independência do Chile, torna a resistência mapuche aos invasores espanhóis uma referência importante para toda América.
Como já se haviam enfrentado com os Incas, contra quem haviam lutado 80 anos antes, os mapuche possuíam alguma experiência em exércitos e manejavam muito bem os cavalos. Aproveitando-se da sua geografia cheia de florestas e montanhas para organizar guerrilhas, foram capazes de aprender rapidamente como lidar com o espanhol que, alumas vezes, esteve a ponto de desistir.

Texto completo no jornal anarquista A-Info 73

0
0
0
s2smodern



Ocorreu nos dias 13 e 14 de outubro de 2017, mais uma edição do Expressões Anarquistas.
É um evento criado em 2001 em Araraquara, que busca conectar, atrair e estimular o anarquismo no interior paulista.
A cada edição, se torna mais que um evento de palestras e exposições, se torna a cada edição, um espaço de convivência e vivência anarquista, de prática, de oficinas que buscam materializar todas as falas e discursos teoricos.
Isso torna a percepção do anarquismo, não mais como algo abstrato e preso aos materiais escritos.
A prática torna os conceitos que moldam o anarquismo não mais um objetivo longinquo, mas realizavel agora, já, de forma a romper com o autoritarismo e imposições.

Clique aqui para texto completo + algumas imagens do evento no jornal A-Info 73

0
0
0
s2smodern



Campinas em 1917 era uma cidade com uma população estimada em mais ou menos 105 mil habitantes. Nesse período, a principal fonte econômica era a cafeicultura, que utilizava uma malha férrea para o escoamento da produção, a Companhia Mogiana.
Essa malha férrea empregava uma quantidade considerável de pessoas e uma parte delas se organizava em torno de estruturas livres (sindicatos e associações) que não eram reconhecidas pelo o Estado e com frequência eram atacadas e suas pessoas associadas perseguidas e presas. Unidas também estavam as pessoas que trabalhavam nas primeiras fábricas instaladas na cidade, a Lidgerwood e Companhia McHardy principalmente.
O Brasil sofria uma grave crise de desabastecimento de produtos industrializados importados por motivo da 1ª Guerra Mundial, o que elevou os preços, uma enorme carestia de vida onde a população oprimida e explorada era a mais afetada.

0
0
0
s2smodern
Joomla templates by a4joomla